Blog do Julio Falcão

Agosto 02 2009
Petrobras investiu 26,7 bi no 1º semestre; maior valor desde início do Plano Real

Apesar da turbulência que atravessa – alvo de investigação no Congresso Nacional, realização de convênio suspeito com a Fundação José Sarney, suspeita de manobra contábil para deixar de recolher tributos aos cofres públicos – a Petrobras mostrou a sua força econômica, mais uma vez, neste primeiro semestre. O Grupo Petrobras, composto por 22 empresas vinculadas, investiu 26,7 bilhões entre janeiro e junho deste ano. O montante representa 90% do total investido pelas estatais brasileiras (R$ 29,7 bilhões) e é mais do que o dobro do aplicado pela União – Executivo, Legislativo e Judiciário (R$ 11,2 bilhões). Além disso, é a maior quantia já investida pela Petrobras desde 1995, primeiro ano completo de Plano Real (em valores atualizados).

De 1995 pra cá, os investimentos da Petrobras, voltados a atividades de oferta de petróleo e gás natural em âmbito nacional e internacional, também aumentaram significativamente sua participação do Produto Interno Bruto (PIB). Naquele ano, o R$ 1,3 bilhão (em valores correntes) desembolsado pela estatal no primeiro semestre representou 0,40% da soma das riquezas produzidas no país no mesmo período. Já entre janeiro e junho de 2008, o montante investido pela empresa, R$ 18 bilhões (em valores correntes), equivaleram a 1,29% do PIB, o maior índice desde 1995 (veja tabela).

Do orçamento total previsto para as estatais este ano (R$ 79,4 bilhões), quase 84% está na conta da Petrobras, o equivalente a R$ 66,1 bilhões. O restante é dividido entre entidades vinculadas ao Grupo Eletrobrás, Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), entre outras. A verba autorizada para investimentos da Petrobras este ano é R$ 15,7 bilhões superior à prevista para a União e três vezes maior do que a dotação do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) no Orçamento Geral da União 2009.

Apesar das boas marcas registradas no primeiro semestre deste ano, o montante investido pela Petrobras representa 40% do total previsto para a estatal em 2009. Se o ritmo de investimentos permanecer na mesma média de janeiro-junho, ao final do ano a empresa terá investido 81% dos R$ 61,1 bilhões. No entanto, a administração pública costuma acelerar aplicações nos segundos semestres do exercício. Portanto, é possível que a porcentagem fique acima dos 81%.

No ano passado, o Grupo Petrobras, que emprega cerca de 54 mil pessoas, foi responsável por R$ 49,9 bilhões investidos, o equivalente a 88% da quantia aplicada pelas 72 empresas estatais que tiveram programação e dispêndios aprovados no orçamento 2008. E para o período entre 2009 e 2013, a estatal anunciou, no início deste ano, um ritmo de investimentos ainda maior. Segundo o plano de investimentos da Petrobras, a previsão é aplicar US$ 174,4 bilhões, cerca de R$ 400 bilhões.
Fonte: Contas Abertas

.
publicado por Julio Falcão às 04:42

mais sobre mim
Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


29

31


pesquisar