Blog do Julio Falcão

Maio 08 2009
Mário Coelho - Congresso em foco

"A gripe A (gripe suína) entrou definitivamente no Brasil. No início da noite desta quinta-feira (7), o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, confirmou os primeiros quatro casos de brasileiros infectados pela doença. São dois pacientes de São Paulo, um do Rio de Janeiro e um de Minas Gerais. Até agora, 93 casos foram descartados em testes laboratoriais, 15 estão em observação e, segundo Temporão, há medicamento para 9 milhões de pessoas.

O ministro afirmou, em entrevista coletiva, que as quatro pessoas contraíram a doença no exterior. Eles passam bem e não existe risco de contágio dessas pessoas para a população. De acordo com a Agência Brasil, Temporão informou ainda que são todos adultos jovens. "Não há nenhuma criança ou idoso portando o vírus no Brasil", disse.

O Ministério da Saúde classificou as ocorrências em caso 1, caso 2, caso 3 e caso 4. O primeiro é de um dos pacientes de São Paulo. Ele esteve no México entre 17 e 22 de abril. Os sintomas apareceram dois dias depois da viagem e esteve internado de 29 de abril a 4 de maio. O caso 2 é do paciente de Minas Gerais. Ele esteve no México de 22 a 27 de abril e manifestou os sintomas da doença ainda durante a viagem, no dia 26. Ele foi internado assim que chegou e teve alta no dia 29 de abril, ficando em isolamento domiciliar até o dia 6 de maio.

De acordo com a Agência Brasil, o caso 3 é do outro paciente de São Paulo, que veio da Flórida, Estados Unidos, no dia 28 de abril. Ele não foi internado porque a Organização Mundial de Saúde (OMS) não considerava a Flórida como área de risco. O paciente foi mantido em isolamento domiciliar. O caso 4 é do paciente do Rio de Janeiro, que chegou do México no dia 3 de maio, começou a apresentar os sintomas antes de chegar ao Brasil e está internado desde o dia 5 de maio.

Verba

Na segunda-feira (4), o Grupo Executivo Interministerial (GEI) aprovou o envio à Casa Civil de uma minuta de Medida Provisória para a liberação de crédito suplementar de R$ 141 milhões para intensificar as ações na prevenção do Influenza A (H1N1). De acordo com o Ministério da Saúde, a pasta do Planejamento deve preparar uma Medida Provisória que pode ser editada pelo governo ainda nesta semana. A verba suplementar será usada para ampliar a atenção à saúde, instalar "salas de situação" nos portos brasileiros e reforçar a informação publicitária no país."
publicado por Julio Falcão às 07:30
Tags:

mais sobre mim
Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9






pesquisar