Blog do Julio Falcão

Maio 08 2009
"TALITA FIGUEIREDO - Agencia Estado

RIO - O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, confirmou na noite de hoje mais dois casos de pessoas infectadas pelo vírus influenza A H1N1, que ficou conhecido como gripe suína. No total, já são seis casos confirmados da doença no País. Os dois novos casos foram registrados no Rio de Janeiro e em Florianópolis. Um deles é um amigo do paciente que está internado no Hospital Universitário Clementino Fraga Filho, da UFRJ. É o primeiro caso de transmissão do vírus no País, mas, segundo o ministro, é "uma transmissão limitada", sem contágio para terceiros.



Para o ministro, não é necessária preocupação, pois isso não caracteriza risco de epidemia. No Rio de Janeiro, 108 pessoas que tiveram contato com os dois pacientes estão sendo monitoradas pela Vigilância Epidemiológica. O caso de Florianópolis é de uma criança de 7 anos, que manifestou os sintomas em 2 de maio, ainda na Flórida (Estados Unidos). Ao chegar ao Brasil, no dia 3, foi internada, tratada e recebeu alta hoje. "A paciente evoluiu clinicamente muito bem e já teve alta da unidade hospitalar", informou a Secretaria do Saúde de Santa Catarina, em nota. A secretaria ressaltou que foram tomadas todas as medidas necessárias para evitar a transmissão da doença aos familiares e aos médicos."

Estadão
publicado por Julio Falcão às 21:27
Tags:

Maio 08 2009
"Não foi apenas em Brasília que dezenas de pessoas foram às ruas, convocadas pelo movimento "Gilmar Dantas: saia às ruas e não volte nunca mais ao STF" (Supremo Tribunal Federal). Também em São Paulo e Belo Horizonte ocorreram protestos na noite desta quarta-feira (6). Na capital paulista, um policial cogitou prender uma manifestante que segurava um cartaz dizendo "Gilmar Mentes". O gesto intimidador, porém, não impediu que o protesto percorresse, desde as 19 horas, a Avenida Paulista, nas proximidades da estação de metrô Consolação.

Segundo relatos dos participantes, divulgado no blog Folha de Macondo, quando uma manifestante se recusou a entregar seus documentos ao policial, por não saber o motivo pelo qual o mesmo os solicitava, o agente ameaçou prendê-la por desobediência à autoridade.

Uma funcionária do Tribunal Regional Federal da 3ª região, que estava presente ao ato, argumentou que o soldado estava se excedendo na tentativa de intimidar a moça. Com isso, o incidente acabou sendo apenas mais uma tentativa de intimidação ao movimento - que, em frente ao STF, em Brasília, realizou uma vigília com cinco mil velas e também esteve na praça Afonso Arinos, em Belo Horizonte.

Ao comentar os protestos nesta quinta-feira (7), Gilmar Mendes afirmou, durante o seminário promovido pela AMB (Associação dos Magistrados Brasileiros), que a autonomia dos juízes não existe para que eles sejam influenciados pela voz das ruas.
''Não se dá independência ao juiz pra ele ficar consultando o sujeito da esquina". De acordo com o STF, essa independência serve para, eventualmente, "proteger o sujeito da esquina contra si mesmo", afirmou Mendes. O ministro criticou a tese de quem defende a aproximação do magistrado com as ruas.

Próximos passos

Nesta quinta-feira (7), o blog do movimento comemorou a repercussão nos mais variados meios de comunicação de seu fato inédito: questionar a presidência e condução do STF. mais de 50 links para diversas matérias publicadas em mídias livres e também em veículos do PiG (Partido da Imprensa Golpista) figuravam na página do Saía às ruas.

Além de seguir articulando novos protestos, o Saia às ruas pretende entupir a caixa de e-mail de Gilmar Mendes com mensagens pedindo a sua saída. "Conforme anunciado ontem, vamos tentar passar nosso recado para o ministro Gilmar Dantas de forma que ele responda. Por isso, indicamos que todos passemos nosso recado: 'Gilmar Dantas, saia às ruas e não volte ao STF' por e-mail para o ministro: mgilmar@stf.gov.br <>. Esperamos aos milhares as comunicações.""

Oni Presente
publicado por Julio Falcão às 20:53
Tags:

Maio 08 2009
"08/05/2009

Mauricio Dias

A história que se segue já foi contada aqui. Mas é preciso repeti-la em benefício de quem dela não se lembra ou de quem dela não sabe. Surpreso com os ataques da imprensa ao programa Bolsa Família, o presidente Lula sugeriu ao ministro do Desenvolvimento Social, Patrus Ananias, que conversasse com os controladores dos veículos de comunicação. Ele deveria explicar a finalidade do programa, recém-lançado, e ouvir as razões das críticas.

Patrus saiu a campo e voltou com a resposta: “Presidente, em geral todos julgam que é investimento demais em um programa social”.

Em todo o País, 11 milhões de famílias (quase 53 milhões de pessoas) são atendidas pelo programa.

Após uma trégua, os ataques voltaram. Nos últimos dias, o jornal O Globo desferiu três petardos contra o Bolsa Família. No primeiro, apontou o número de beneficiados; em seguida, ouviu políticos e acadêmicos dizerem que o programa não criava “porta de saída” para a dependência e, por fim, apresentou o resultado de um trabalho do Tribunal de Contas da União, que descobriu oportunistas entre os beneficiados. Uma tocaia articulada.

O tom do primeiro texto era a dimensão do alcance do programa. Em manchete alarmista, anunciou que o Bolsa Família beneficia mais da metade dos moradores de seis estados. O Globo bateu o escanteio para um historiador do interior de São Paulo cabecear: “É um número assustador. Isso vai ter uma influência decisiva em qualquer processo eleitoral”. Ele errou o gol.

A cegueira social dos críticos é incapaz de deixá-los perceber a única constatação que nasce de uma pergunta realmente assustadora: que país é esse onde um em cada três brasileiros (em 2010) dependerá do dinheiro do programa para viver?

A mesada é modesta, mas importante. Ela impede que a alma dessas pessoas se separe do corpo. Além disso, abre um caminho de esperança para as crianças.

Estudo feito pelo Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional de Minas Gerais, com base em números do IBGE, mostra o impacto do Bolsa Família na educação.

Entre o público de 7 e 14 anos atendido pelo Bolsa Família, a taxa de frequência escolar é 3,6 pontos porcentuais acima da observada no conjunto dos não beneficiários. No público feminino, essa diferença chega a 6,5 pontos porcentuais e, no Nordeste, alcança 7,1 pontos porcentuais.

Os resultados da comparação indicam menor evasão escolar das crianças incluídas no programa. Neste caso, a taxa de evasão chega a ser 2,1 pontos porcentuais menor no conjunto das crianças em situação de extrema pobreza.

Esse é um caminho capaz de levar os miseráveis à porta de saída da miséria.
Fonte:CartaCapital.

TERROR DO NORDESTE
publicado por Julio Falcão às 20:41

Maio 08 2009
publicado por Julio Falcão às 16:46

Maio 08 2009
"Ana Maria Amorim, Radioagência NP - 08/05/2009

“A greve dos funcionários da Universidade de São Paulo (USP) se intensificou nesta semana. Outras unidades da USP, a exemplo de Ribeirão Preto e USP Leste, bem como o Centro de Saúde Escola Samuel Pessoa se somaram aos quase dez mil trabalhadores que já participam do movimento desde a última terça-feira (05). Nesta quinta-feira (07), estudantes realizam assembleia onde discutirão, além da greve, a formação à distância.

Na análise do diretor de imprensa do Sindicato dos Trabalhadores da USP (Sintusp), Aníbal Cavali, a reivindicação pode atingir até mesmo outras universidades do estado de São Paulo.

“Com certeza, os estudantes engrossando esse movimento de mobilização com os funcionários já em greve, isso tende a tomar mais corpo e influenciar também a Unesp e a Unicamp, uma vez que a nossa pauta é conjunta.”

Além do aumento salarial e incorporação de R$ 200, os trabalhadores denunciam a exoneração do ex-dirigente sindical Claudionor Brandão. Aníbal declara que o afastamento evidencia uma “política de repressão” da universidade.”"

Brasil! Brasil!
publicado por Julio Falcão às 13:25
Tags:

Maio 08 2009
"YGOR SALLES
da Folha Online

Um em cada quatro brasileiros disseram não ter nem ouvido falar de crise econômica no Brasil e mais da metade ainda não sentiram nenhum efeito dela, revelou pesquisa feita pela Ipsos a pedido da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) e obtida pela Folha Online.

Segundo a pesquisa mensal Pulso Brasil de abril, 26% dos 1.000 entrevistados não leram nem ouviram falar de alguma crise econômica. E para 55% do total, a crise não afetou seu cotidiano. A margem de erro da pesquisa é de três pontos percentuais.

"O resultado é bom por dois motivos. Primeiro porque mostra que os efeitos [da crise] não tocam a sociedade como um todo, não são amplificados. E segundo porque, se não afeta, a pessoa tem uma vida normal, segue consumindo", explicou Paulo Francini, diretor do Depecon (Departamento de Pesquisas Econômicas) da Fiesp.

Para ele, o caso não é de falta de informação da população acerca da crise. "Se fosse, o cara falaria que não ouviu falar de crise mas saberia que algo está errado, seja porque tem menos trabalho ou porque o vizinho foi demitido, entre outros efeitos que a crise traz."

Dentre os 45% que sentiram efeitos da crise, os maiores problemas citados foram o aumento dos preços dos alimentos (41%), o desemprego (25%) e a redução do poder de compra (8%). Já os maiores temores com a crise são não poder honrar compromissos financeiros (23%), perder o emprego (23%) e redução do rendimento da família (18%).

Os maiores temores, disse o diretor da Fiesp, mostram que a crise só será efetivamente sentida pela população quando a renda for atingida com severidade. E não basta uma redução do emprego para que isso ocorra.

"A perda de vagas formais está descolada da renda. O mercado informal é um escoadouro, o cara perde o seu emprego formal e vai para o informal. A renda dele não se alterou, embora não tenha mais emprego", disse Francini. "É diferente dos EUA, onde o trabalhador perde o emprego, pega o seguro-desemprego e fica em casa."

Medidas do governo

Ao "ignorar" a crise, a população também mostrou desconhecimento quanto às medidas tomadas pelo governo para reduzir seus impactos. 60% dos entrevistados na pesquisa disseram não ter conhecimento sobre essas medidas, 35% disseram conhecer e 5% não souberam responder.

Entre os que tinham conhecimento, a maioria --variando de 60% a 85%-- consideraram eficazes todas as principais decisões do governo, entre elas redução dos juros, liberação do depósito compulsório, redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) para veículos e plano de construção de casas populares.

"Há uma noção, mesmo que não seja profunda, de que há medidas em curso e estão funcionando. O governo consegue passar à população a sensação de que está trabalhando", apontou Francini.

A preocupação com a renda volta a aparecer quando os entrevistados foram questionados sobre quais medidas deveriam ser adotadas pelo governo para barrar a crise. Para 27% deles, a geração de empregos é a principal medida a ser tomada, seguida por redução de juros (23%), redução de impostos (11%) e construção de casas populares (6%)."
publicado por Julio Falcão às 10:02
Tags:

Maio 08 2009
"08/05/2009 - 09:30 - Carollina Andrade - IG

BRASÍLIA - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta sexta-feira que o governo vai continuar com a "vigilância que deu certo" nos aeroportos internacionais para evitar a propagação do vírus da chamada "gripe suína" (rebatizada de gripe A H1N1 pela OMS). "O governo continua nos aeroportos, cumprindo determinação da Organização Mundial da Saúde (OMS)", disse.


"Vamos continuar com a vigilância que deu certo", afirmou o presidente, em entrevista coletiva na base Aérea de Brasília, antes de embarcar para Mato Grosso do Sul com o presidente do Paraguai, Fernando Lugo, onde fará viagem inaugural do trem do Pantanal.

Lula afirmou que conversou nesta quinta à noite e sexta pela manhã com o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, que confirmou os quatro casos da doença no País: dois em São Paulo, um em Belo Horizonte e outro no Rio de Janeiro.

Três desses pacientes já teriam sido liberados e apenas um, do Rio de Janeiro, ainda está internado. "Ele [Temporão] me disse que os dois casos de Sao Paulo já estão curados, o de Minas também, e o do Rio também está curado, mas tem que ficar em observação", disse Lula.

Temporão teria informado ainda ao presidente que em nenhum desses quatro casos houve transferência do vírus. Nesta quinta-feira, o ministro afirmou que pacientes passam bem.

Além do esquema de atendimento em hospitais para o isolamento do vírus, os novos kits de testes, que chegaram dos Estados Unidos, têm facilitado o diagnóstico de casos suspeitos. Foi por meio deles que os quatro primeiros casos no Brasil foram detectados. Ainda nesta sexta-feira, o ministro acredita que outros 15 casos suspeitos poderão ser esclarecidos.

A Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) e a Associação Médica Brasileira lançam nesta sexta-feira, em São Paulo, orientações para os profissionais de medicina sobre o combate à "gripe suína". Trata-se de uma espécie de protocolo para a prática eficaz no diagnóstico, acompanhamento e tratamento de pacientes, além de prevenção.

Situação sob controle

O ministro da Saúde reafirmou nesta sexta-feira, em entrevista ao programa "Bom Dia Brasil", da TV Globo, que apesar dos quatro casos de gripe suína detectados no Brasil, a situação está sob controle, porque o vírus da Influenza A (H1N1) não circulou. "É claro que nós estamos preocupados, porque os cientistas não sabem o que vai acontecer com essa doença, porque é um vírus novo.

Ninguém sabe, numa segunda onda, o que pode acontecer. Detectamos que o vírus entrou, mas não circulou. A orientação é redobrar a vigilância, manter a mesma estrutura, a mesma estratégia", disse.

O ministro recomendou que apenas as pessoas que estiveram em área de risco de contaminação do vírus e que apresentaram sintomas devem procurar um médico imediatamente. "Os outros brasileiros não precisam se preocupar", afirmou o ministro.

"As pessoas que estiveram em país com casos confirmados e a partir da chegada, dentro de dez dias, apresentaram febre súbita acima de 38 graus, tosse, dor muscular, dor articular e dificuldade respiratória, devem procurar o serviço de saúde, ou pessoas que não viajaram mas entraram em contato com pessoas que vieram de área de risco e apresentaram esses sintomas também devem relatar ao seu médico para impedir que o vírus circule."

Temporão desaconselhou a utilização de máscaras como prevenção. "A máscara é indicada para pessoa que está em suspeita ou doente", disse. Segundo ele, nem as pessoas que vão viajar para outros países devem utilizar as máscaras e ressaltou que a automedicação "é a pior coisa a ser feita". O ministro lembrou também que embora não haja restrição de trânsito para outros países, a Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que as viagens para as áreas de risco sejam adiadas por algum tempo, até que a situação se normalize."
publicado por Julio Falcão às 09:57
Tags: ,

Maio 08 2009
"As blitze policiais do Rio de Janeiro ganharão o reforço de um laboratório móvel capaz de detectar, com praticamente a mesma agilidade de um bafômetro, o uso de substâncias psicoativas como maconha, cocaína e ecstasy. As informações são do jornal “Folha de S. Paulo”.

O exame será feito em uma van adaptada pela Fiocruz e doada nesta quinta-feira à Polícia Civil do Estado. Um segundo veículo está em montagem e deve entrar em operação neste ano.

Segundo o pesquisador da Fiocruz Jefferson José da Silva, que coordenou o projeto, o objetivo é diminuir as mortes decorrentes de acidentes no trânsito, uma vez que as drogas podem afetar a capacidade motora e de reação do condutor. Ainda de acordo com ele, nenhuma droga conhecida, lícita ou ilícita, será capaz de escapar da nova fiscalização.

Silva explica que, ao ser parado pela polícia, o motorista será submetido inicialmente a um exame clínico, feito por um perito treinado para reconhecer sinais de consumo de álcool e outras drogas, como dilatação de pupilas e verborragia. Depois, ele terá que depositar uma pequena quantidade de saliva em um tubo, a qual serão adicionados reagentes. O resultado sairá entre dois e cinco minutos.

De acordo com o subchefe da Polícia Civil, Rodolfo Waldeck, o laboratório será usado como um complemento à lei seca e deverá focar, num primeiro momento, em festas de grande concentração de jovens, como raves e micaretas."

IG, último segundo
publicado por Julio Falcão às 07:45
Tags:

Maio 08 2009
"Em reunião com a equipe econômica, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu que a mudança que o governo fará não atingirá a grande maioria dos aplicadores, informa reportagem de Kennedy Alencar, publicada na Folha desta sexta-feira (íntegra disponível para assinantes do UOL e do jornal).

Segundo informou um auxiliar direto de Lula à Folha, o Planalto temia que uma mudança nas regras da poupança que atingisse a todos os aplicadores serviria de munição à oposição na reta final do governo e nas eleições de 2010.

A reportagem apurou que o governo cobrará IR (Imposto de Renda) da poupança a partir de um patamar alto de aplicação --ainda não definido, mas que, nas palavras de um ministro, deixaria isentos "mais de 95%" dos aplicadores. Segundo o Banco Central, menos de 4% dos poupadores têm mais de R$ 20.000.

O presidente pediu à equipe econômica que elabore uma proposta de corte de impostos nos fundos de investimento, cuja rentabilidade é influenciada pela queda dos juros básicos da economia, para evitar que grandes investidores migrem para a poupança."

Folha Online
publicado por Julio Falcão às 07:40
Tags:

Maio 08 2009
"O Ministério da Integração Nacional, por meio da Secretaria Nacional de Defesa Civil (Sedec), liberou R$ 21 milhões para o Programa Emergencial de Distribuição de Água, mais conhecido como operação carro-pipa. Os 503 municípios que receberão o abastecimento ficam em Alagoas, Bahia, Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe. A maioria destes estados sofre com as fortes chuvas.

Nenhuma das cidades beneficiadas fica no sul do País, atingido pela estiagem desde o início do mês. Em Santa Catarina, mais de 1 milhão de habitantes foram afetados pela seca e pelo menos 94 municípios decretaram situação de emergência.

No Rio Grande do Sul, a estimativa preliminar é de que 300 mil pessoas sofrem com a seca. Mas o número deve ser superior, já que as Defesas Civis de 50 cidades ainda não passaram todas as informações para o órgão estadual. O total de municípios gaúchos que decretaram situação de emergência chega a 177.

Chuva
Um balanço divulgado pela Sedec informa que aproximadamente 797 mil pessoas em dez Estados foram afetadas pelas chuvas e enchentes no Norte e Nordeste. Até ontem, 31 pessoas morreram em decorrência dos desastres. Foram 12 no Ceará, nove no Maranhão, quatro em Alagoas, cinco no Amazonas e uma em Santa Catarina. Existem ainda mais seis casos de mortes em Salvador, que ainda não foram contabilizados."

Portal Terra
publicado por Julio Falcão às 07:33
Tags:

Maio 08 2009
Mário Coelho - Congresso em foco

"A gripe A (gripe suína) entrou definitivamente no Brasil. No início da noite desta quinta-feira (7), o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, confirmou os primeiros quatro casos de brasileiros infectados pela doença. São dois pacientes de São Paulo, um do Rio de Janeiro e um de Minas Gerais. Até agora, 93 casos foram descartados em testes laboratoriais, 15 estão em observação e, segundo Temporão, há medicamento para 9 milhões de pessoas.

O ministro afirmou, em entrevista coletiva, que as quatro pessoas contraíram a doença no exterior. Eles passam bem e não existe risco de contágio dessas pessoas para a população. De acordo com a Agência Brasil, Temporão informou ainda que são todos adultos jovens. "Não há nenhuma criança ou idoso portando o vírus no Brasil", disse.

O Ministério da Saúde classificou as ocorrências em caso 1, caso 2, caso 3 e caso 4. O primeiro é de um dos pacientes de São Paulo. Ele esteve no México entre 17 e 22 de abril. Os sintomas apareceram dois dias depois da viagem e esteve internado de 29 de abril a 4 de maio. O caso 2 é do paciente de Minas Gerais. Ele esteve no México de 22 a 27 de abril e manifestou os sintomas da doença ainda durante a viagem, no dia 26. Ele foi internado assim que chegou e teve alta no dia 29 de abril, ficando em isolamento domiciliar até o dia 6 de maio.

De acordo com a Agência Brasil, o caso 3 é do outro paciente de São Paulo, que veio da Flórida, Estados Unidos, no dia 28 de abril. Ele não foi internado porque a Organização Mundial de Saúde (OMS) não considerava a Flórida como área de risco. O paciente foi mantido em isolamento domiciliar. O caso 4 é do paciente do Rio de Janeiro, que chegou do México no dia 3 de maio, começou a apresentar os sintomas antes de chegar ao Brasil e está internado desde o dia 5 de maio.

Verba

Na segunda-feira (4), o Grupo Executivo Interministerial (GEI) aprovou o envio à Casa Civil de uma minuta de Medida Provisória para a liberação de crédito suplementar de R$ 141 milhões para intensificar as ações na prevenção do Influenza A (H1N1). De acordo com o Ministério da Saúde, a pasta do Planejamento deve preparar uma Medida Provisória que pode ser editada pelo governo ainda nesta semana. A verba suplementar será usada para ampliar a atenção à saúde, instalar "salas de situação" nos portos brasileiros e reforçar a informação publicitária no país."
publicado por Julio Falcão às 07:30
Tags:

Maio 08 2009
"Um dia após ser alvo de um protesto pedindo sua renúncia, o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Gilmar Mendes, defendeu nesta quinta-feira a independência dos juízes na análise dos processos. Mendes afirmou que o Judiciário não pode se dobrar aos anseios da opinião pública, sem levar em consideração os preceitos constitucionais.

"Vamos ouvir as ruas para saber o que o povo pensa saber? O que o povo pensa sobre a concessão do habeas corpus? Isso é um problema. Não se dá independência a um juiz para que ele ficar consultando um sujeito na esquina. Temos que ter muito cuidado com isso para mantermos o Estado de Direito. Se o juiz perde isso [independência], ele perde sua bússola e deixa de ser juiz", disse.


A declaração foi feita durante um seminário da AMB (Associação dos Magistrados Brasileiros) que discute a participação do Executivo na composição dos tribunais. Mendes afirmou que o atual modelo, que prevê a indicação pelo Executivo e a confirmação pelo Senado, evita a partidarização da Suprema Corte.

Segundo Mendes, o fato de um ministro ser indicado pelo presidente da República não o torna dependente politicamente. "Todo modelo é bom desde que bem aplicado. A experiência brasileira nesses 100 anos tem se revelado ao meu ver um modelo equilibrado porque evita a partidarização. O poder Executivo fica muito onerado com desejo de encontrar um nome que refuta um certo equilibro de força. Isso tem sido visto no atual governo Lula e tem funcionado bem. Juízes indicados por um presidente não se revelam servis a ele nem ao governo", afirmou."

Oni Presente
publicado por Julio Falcão às 07:27

Maio 08 2009
"O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) absolveu o deputado federal José Genoino (PT-SP), o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares e o publicitário Marcos Valério Fernandes de Souza da acusação de gestão fraudulenta pelo placar de 5 votos a 3. A informação é da Agência Estado.

A decisão do STF não me surpreende. A mídia criou a molecagem do “mensalão” para destruir o PT. O que havia era caixa 2 de campanha eleitoral, expediente usado por TODOS. Quem disser que não usou caixa 2 está mentindo.

A linguagem da Agência Estado mudou bastante. Vejam o texto: “O crime teria sido cometido num suposto empréstimo concedido ao PT pelo banco BMG, que teria sido avalizado por Delúbio.”

Os ministros da Corte entenderam que o crime de gestão fraudulenta somente pode ser imputado aos gestores do banco, no caso, o BMG, não aos tomadores do empréstimo. A partir de agora, eles ainda são acusados de falsidade ideológica. Na principal ação penal do mensalão, Delúbio também responde por corrupção ativa e formação de quadrilha. É tudo uma imensa palhaçada.

Durante o julgamento, a defesa de Delúbio sustentou que seu cliente "nunca foi coisa alguma do BMG". "Quem pede o empréstimo não tem a gestão", explicou o relator do pedido julgado hoje pelo STF, ministro Marco Aurélio Mello. "No caso, a acusação é de que teria havido falsificação de documento para obtenção de empréstimo. Vão responder por falsidade ideológica", disse o ministro, acrescentando que o tribunal manteve a acusação por esse crime. Segundo Marco Aurélio, na denúncia havia uma "generalização extravagante". O ministro acrescentou que o direito penal não admite que uma pessoa responda dois processos pelo mesmo delito.

A mídia faz denúncias, difícil é provar. Delúbio um dia ainda vai ser indenizado por danos morais."

Oldack Miranda - Bahia de Fato
publicado por Julio Falcão às 07:23
Tags:

Maio 08 2009
publicado por Julio Falcão às 00:50

Maio 08 2009
publicado por Julio Falcão às 00:47

Maio 08 2009
publicado por Julio Falcão às 00:46

Maio 08 2009
publicado por Julio Falcão às 00:45

Maio 08 2009
publicado por Julio Falcão às 00:39

mais sobre mim
Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9






pesquisar